domingo, 1 de julho de 2007


Estranho como simples atos arruinam uma história toda a ser traçada...
Como situações que poderiam simplesmente não ser, findam no rosto um sorriso, arrancam a alegria de uma alma...
E assim se traça a vida, erros, ou não. Escolhas mal pensadas e tudo que se constrói e se planeja, se esvai...
Custo a acreditar que seja assim tão simples, mas a prática em nada nega essas premissas...
Foi...

"...É, pois é meu bem...
Castelos de areia derretem, quando a onda vem..."
(MOSKA)

E não passamos de castelos de areia, por mais belos ou bem estruturados que sejam...
Só tenho uma coisa a dizer...

Fuja da ONDA!

3 comentários:

Lu disse...

nao nao bula...fugir da onda não só é inevitavél como cansa...
que saibamos aproveitar antes dela vim, ja que sabemos que ela vem :)
pq por mais que a onda venha...na proxima o castelo fica mais forte :)
=***
sempre aqui

Verbena disse...

Castelos de areia sempre serão de areia...o lance é construir longe do mar...como se o barulho das ondas e o sabor do vento é mais agradável ali?
:(

Leandro disse...

Pra que fugir da onda ?
o problema é com o castelo
=)