sábado, 5 de janeiro de 2008

Rebeldia Findada

Ah, a juventude acabou.
Passou assim sem que eu percebesse, partiu, fugiu.
Voou para outras bandas, bem longe daqui, escorreu entre os dedos e não sobrou rastro para que eu corresse em busca dela, deixou-me sem perspectivas de retorno, foi-se e fim.
Fim daqueles dias em que o sol me banhava e só.
Fim daquelas rodas de conversa tola, risos altos, ininterruptos, onde qualquer coisa era motivo pra graça, onde o que não importava era o tempo, mas a intensidade.
Fim daquele vento sorrateiro que rouba tudo e bagunça o cabelo, bate no rosto e nos rasga em rebeldia.
Fim da música alta, do " Não tô nem aí pra quem quer dormir, a vida é agora! " , fim das saídas inconsequentes, da ressaca na segunda, das recapitulações de cenas no domingo ao meio dia.
Fim dos beijos ardentes, da dancinha colado, dos banhos de piscina de madrugada.
Fim de parte da alegria.

A juventude não volta.
Os anos só passam e passam.
Restando lembranças.


Ninguém vive de sentimentos passados.
Resta então recuperar um pouco do que se foi, mas de outra forma. Bom aproveitar a vida em cada brilhosa fase.
Ainda bem que essa aí de cima, essa que deixa mais frutos...
Bom...Tá só começando!

5 comentários:

Bárbara disse...

oi, sou namorada do Ivan( memorias de um adolescente).
Adorei seu blog, dps passa la no meu tah!

bjuzz...

Mai Amorim disse...

pow bateu uma nostalgia... =/


ok,ok, sei q não tô incluída no meio dessas pirações de fim de semana aí, maaaaas fzer oq ne?

^^

liga não, tô afetada hoje..

me dá colo?

=/

naironbotao disse...

é que nós só percebeos que somos "jovens do dia seguinte" quando ja esta muito em cima.
devia ter, adiado menos.

Ludmila disse...

Ah... se esses tempos voltassem...

Scheidex disse...

Isso ai...
a juventude passa rapido e eu vo aproveita...
^^

abraços